Olá pessoal!

Eu sempre tive muita vontade de fazer um intercâmbio, mas nunca tive condições de tirar um ano ou alguns meses sabáticos para viajar. Por isso, durante muitos anos estudei inglês aqui no Brasil por saber da importância de ter fluência numa segunda língua e por gostar muito do idioma, mas nunca perdi as esperanças de um dia conseguir fazer o meu tão sonhado intercâmbio.

Quando finalmente eu tive condições financeiras para a minha primeira viagem ao exterior, aí me veio a seguinte dúvida: “será que vale a pena fazer um intercâmbio por 30 dias?”.

Acredito que esta também é a mesma dúvida que outras pessoas têm, visto que depois que consegui fazer o meu intercâmbio em 2015, algumas amigas vieram me perguntar se valia a pena e eu digo que SIM!

Claro que se você tiver condições de ficar mais tempo será uma experiência riquíssima, mas como eu só conseguiria viajar durante o meu período de férias, então tive que me adaptar e em minha opinião, toda oportunidade de vivenciar outra cultura é muito válida.

Porém, quero deixar claro que só vale a pena se você está realmente interessado (a) em aprimorar os seus conhecimentos em outra língua e se você está disposto (a) em realmente se dedicar aos estudos, caso contrário todo dinheiro investido será em vão.

Intercâmbio2

Para que este período seja bem aproveitado, seguem as minhas dicas:

  1. Tenha pelo menos um nível intermediário do idioma

É fundamental que você tenha um conhecimento intermediário do idioma, pois um mês é pouco tempo para começar do zero. Assim você conseguirá se comunicar melhor, interagir com as pessoas e consequentemente aprimorar seus conhecimentos e suas habilidades neste idioma.

Recomendo o curso de inglês on-line Carol me ensina. Ela tem mais de 10 anos de experiência ensinando inglês e tem um material fantástico, além todo suporte necessário para você aprender inglês de verdade!

  1. Busque hospedagens na casa de nativos na língua

Mesmo que você vá para um país que já tenha algum parente ou amigo, fuja da casa deles e não caia na tentação de economizar e ficar com eles! Se seu objetivo é aprimorar seus conhecimentos na língua, não caia nesta furada! Digo isto com propriedade, pois quando fiz o meu intercâmbio eu fiquei na casa de um amigo da minha irmã e nós só falávamos português quando estávamos com ele e seus pais. Sou muito agradecida pela hospitalidade dele e de sua família, mas tenho certeza que se tivesse ficado na casa de um nativo, eu teria praticado muito mais o idioma, além de vivenciar os costumes locais. Lembre-se de pedir indicações de hospedagem com a escola ou com a empresa de intercâmbio que você está fechando.

  1. Procure um curso intensivo

Quando estiver pesquisando uma escola para estudar fora, busque um curso intensivo de no mínimo 3 a 4 horas de duração por dia se seu objetivo for realmente aprimorar o idioma.Seguros Promo

  1. Aproveite todas as atividades extracurriculares que a escola oferece

Além da carga horária, geralmente as escolas oferecem atividades fora do horário de aula que proporcionam a interação entre os alunos e a prática da língua como, por exemplo, ida ao cinema, assistir peças de teatro, visitas a restaurantes, atividades em parques, etc. Estas atividades extras são por conta do aluno e não estão inclusas no valor do curso, mas são excelentes oportunidades para praticar a língua e interagir com pessoas do mundo todo. Aproveite este período para “destravar” a língua!

  1. Estudar depois das aulas

Revisar o que foi estudado durante as aulas é muito importante e para isso é necessário reservar pelo menos 3 horas por dia. Na escola em que eu estudei tinha lição de casa de segunda à quinta-feira, então já tínhamos muita coisa para revisar.  Com isso, focava nos estudos na maioria dos dias, às sextas-feiras à tarde e finais de semana eram livres os para passeios e aí eu aproveitava intensamente para conhecer mais e “turistar” pela cidade.

Intercâmbio por 30 dias

  1. Não ter medo de errar

Aproveite todos os momentos para praticar e não tenha medo de errar. Lembre-se que todos que estão com você na sala de aula estão na mesma situação e tem o mesmo objetivo: APRENDER! Então, fale muito, participe ativamente das aulas e não desperdice nenhuma oportunidade tanto na sala de aula, quanto fora.

Quer aprender inglês? Acesse o curso Carol me Ensina.

Carol me ensina

Carol é professora de inglês formada pela Associação Cultura Inglesa de São Paulo, atuando há 10 anos como professora de inglês nas horas vagas. Possui certificação pela universidade de Cambrigde, certificada pelo British Council, IDP Australia e Cambridge English Language Assesment. Sua atual certificação é o IELTS general training. Carol, estuda inglês há 16 anos e adquiriu ainda mais fluência depois de mudar para os EUA. O que o curso oferece:

– Vídeo aulas (aulas e prática de vocabulário em situações do cotidiano, vocabulário, gramática, técnicas de prática do listening);

– Exercícios com resultados;

– Apostila com toda a matéria do curso, incluindo: gramática, textos, explicações; – Plantão de Dúvidas;

– Certificado ao término de cada módulo.

  1. Leia jornais e livros

Pode parecer clichê, mas é sempre bom lembrar a importância de ler no idioma que você está estudando e já que você estará na escola, use e abuse da biblioteca que eles deixam à disposição dos alunos, lá você encontrará os jornais locais e livros.

Tente ler os jornais locais todos os dias, pelo menos uma matéria. Sei que no começo vai ser bem difícil não recorrer ao dicionário, mas o importante é entender o contexto através das palavras que você já conhece, das fotos, figuras e legendas.

Existem algumas coleções de livros que vão aumentando a dificuldade e quantidade de palavras de acordo com o seu nível de conhecimento da língua como, por exemplo, a Coleção Penguim Readers. Minha sugestão é que, se você conseguir ler com certa facilidade um livro no seu nível, então se arrisque ler um livro no nível superior e as dicas são as mesmas que dei ao ler o jornal, ou seja, busque entender o contexto e com a prática será possível melhorar o entendimento a cada nova página.

     8. Valores

Após publicar este post, algumas pessoas me perguntaram valores, mas isso é muito relativo e depende do país que você escolher, bem como o formato de hospedagem. No meu caso, em 2015 eu paguei por quatro semanas de aulas, mais o material didático e o valor saiu por volta de $1.200,00 dólares. Minha escolha foi a LCI Language Center em Houston-Texas e a hospedagem, como dito anteriormente, eu e minha irmã ficamos na casa de um amigo, então dividimos as despesas de alimentação e também ajudamos para pagar parte do aluguel.

Amei a escola, os professores são maravilhosos e super recomendo!

Intercâmbio Houston Texas
Último dia de aula – LCI Language Center – Houston-TX

Agora que já você conhece as principais dicas, vai lá! Se joga no intercâmbio sem medo de ser feliz e depois vem me contar se você adotou outras estratégias!

Até breve!

Vivikka Muniz
Viaje Conectado


Está planejando sua viagem? Reserve com os nossos parceiros!

Ajude o blog a continuar produzindo conteúdos e artigos de qualidade reservando com um dos nossos parceiros. Você sabia que ao utilizar os serviços dos nossos parceiros nós ganhamos uma pequena comissão e você não paga nenhuma taxa a mais por isso? Aproveite para programar aquela viagem maravilhosa e inesquecível!

✈️ PASSAGENS AÉREAS BARATAS: Passagens Promo

🚑 SEGURO VIAGEM: Seguros Promo (use o cupom VIVIKKAMUNIZ5 e ganhe 5% de desconto na compra do seguro viagem)

📱 CHIP CELULAR: Viaje Conectado (use o cupom PROMO10 e ganhe 10% de desconto na compra do CHIP de Celular)

🚘 ALUGUEL DE CARRO: Rentcars

🏠 HOSPEDAGEM: Airbnb (desconto de R$130,00 para hospedagem ao se cadastrar no site usando este link + R$49,00 de desconto numa experiência de R$165,00 ou mais)