Olá!

Confesso que conhecer Buenos Aires nunca foi minha prioridade, mas era uma cidade que estava na minha “wish list” para um dia conhecer. Conversando com as minhas irmãs decidimos fazer uma viagem juntas e começamos a pensar em lugares que conseguiríamos conhecer em poucos dias e que fosse compatível com o nosso orçamento mais enxuto.

Pesquisamos bastante e logo chegamos à conclusão que Buenos Aires seria uma viagem que se encaixaria nestes requisitos e foi então, que começamos a pesquisar lugares para ir, pegar dicas com amigos que já foram e percebemos que as opiniões divergiam muito sobre a quantidade de dias que deveríamos ficar, sobre se era uma cidade legal para viajar ou até mesmo se tinham gostado ou não.

Após o término da viagem, posso garantir que 5 dias são suficientes para conhecer os principais pontos turísticos de Buenos Aires, mas se puder ficar mais dias, com certeza irá aproveitar muito mais desta linda cidade que nos surpreendeu pela beleza histórica, arquitetônica e simpatia dos moradores.

Plaza de Mayo
Monumento na Plaza de Mayo

Como se locomover em Buenos Aires?

Como a maioria das grandes cidades, é muito fácil se locomover dentro da cidade seja de metrô, a pé ou de Uber. Como ficamos num apartamento no bairro de Palermo, mas muito próximo da Avenida Santa Fé e a poucos quarteirões do Bairro da Recoleta, então a maioria dos pontos turísticos fomos a pé ou de metrô.

Os lugares mais distantes e que não tinha metrô próximo, optamos por usar o aplicativo do Uber, mas como ainda não é regulamentado no país, os motoristas ainda sofrem alguns tipos de retaliações dos taxistas.

Então a dica é: para sair do Aeroporto, utilize o serviço de taxi que tem guichês de atendimento dentro do próprio Aeroporto e você já paga pela corrida antes de entrar no taxi. Fica mais cara do que ir de Uber, mas todos que conversamos disseram que seria mais seguro.

Dentro da cidade, pode usar o aplicativo do Uber sem problemas, mas vá sempre no banco da frente e escolha a opção de pagamento em dinheiro. Eles até aceitam a opção de pagamento em cartão crédito com a bandeira internacional, mas conversando com um dos motoristas ele me explicou que preferem o pagamento em dinheiro, pois correm o risco de não receberem o pagamento.

Estação Córdoba
Passeio pela estação Córdoba em frente ao Teatro Cólon

Onde ficar em Buenos Aires?

Há muitas opções de hotéis, hostels e principalmente apartamento no AirBnb para escolher, mas minha principal dica é que você escolha algum lugar entre os bairros de Palermo e Recoleta. Foi o que fizemos e posso garantir que esta localização nos deixou bem próximas dos principais pontos turísticos e poder conhecer a maioria deles a pé nos poupou muito tempo e com certeza algum dinheiro.

O que fazer em Buenos Aires?

Dia 1 – Minha sugestão é que você comece pelo bairro da Recoleta e reserve um dia todo para caminhar por ele! É um bairro histórico e com muitas atrações gratuitas! Entre elas: Cemitério da Recoleta, Basílica Nuestra Señora Del Pilar, Centro Cultural Recoleta, Feirinha da Recoleta, Faculdade de Direito, Floralis Genérica e Livraria El Ateneo. Vale a pena conferir o post “O que fazer em Recoleta” com mais detalhes de todas as dicas do que você irá encontrar neste lindo bairro.

Floralis Genérica em Recoleta - Buenos Aires
Floralis Genérica
Livraria El Ateneo em Recoleta - Buenos Aires
Livraria El Ateneu

Dia 2 – No segundo dia reserve para explorar o bairro Palermo com seus belos parques, museus e ruas arborizadas. Será um dia intenso e de muita caminhada, então vá preparado(a)! Alguns dos principais pontos turísticos do bairro, são: Jardim Botânico, Jardim japonês, Parque Rosedal e o Distrito Arcos para compras. Confira o post “O que fazer em Palermo” e descubra mais detalhes sobre este belíssimo bairro.

Jardim Japonês no bairro de Palermo em Buenos Aires
Jardim Japonês
Compras no Arcos District Outlet em Palermo - Buenos Aires
Distrito Arcos – Compras em Palermo

Dia 3 – Agora é hora de conhecer a região do centro de Buenos Aires. Você irá encontrar belos prédios que são verdadeiras obras de arte arquitetônicas, como: a Galerias Pacífico, Palácio San Martín, o Obelisco, Teatro Cólon, Casa Rosada e claro que não pode deixar de passear pela Rua Florida! Confira mais detalhes no post completo sobre “O que fazer no Centro de Buenos Aires”.

Palacio San Martin
Entrada principal Palácio San Martín

Dia 4 – Reserve este dia para conhecer o Estádio do clube Boca Juniors (La Bombonera), o famoso bairro El Caminito (que foi onde compramos os melhores e mais baratos alfajores) e para finalizar o passeio, vá ao Porto Madero e faça uma paradinha para almoçar em algum restaurante nesta região. Vale muito a pena almoçar com a vista linda do rio!

Bairro El Caminito
Bairro El Caminito

Dia 5 – Hoje é dia de conhecer os arredores de Buenos Aires! Recomendo o passeio do Rio Tigre e conhecer a também Catedral de San Isidro. Confira tudo no post “Rio Tigre e Catedral de San Isidro!

Museu Casa Sarmento - Rio Tigre
Museu Casa Sarmiento no passeio do Rio Tigre

Além de todas estas dicas, deixo aqui link de um e-book “Lado B de Buenos Aires” muito interessante para quem quer ir além dos pontos turísticos mais visitados e ter acesso a um roteiro de 4 dias organizado de acordo com temas abaixo. Cada dia possui um mapa interativo com todos os pontos citados no roteiro e outros extras! 

  • Dia 1 – Buenos Aires, do tradicional ao cosmopolita
  • Dia 2 – Passeios e delícias ao ar livre e a portas fechadas
  • Dia 3 – Todos os ângulos de Buenos Aires
  • Dia 4 – Costumes e personagens da cidade

E aí, gostou das dicas? Se tiver qualquer dúvida deixe aqui nos comentários!

Até breve!

Vivikka Muniz

Anúncios